Páginas

quinta-feira, 4 de junho de 2009

PRETÉRITO (versão 02)

.

escrevo constantemente
relaxado num papel usado
passando por cima
de regras que desconheço

acontece que desde cedo
escrevia com certo receio
o que passava pela cabeça
das causas até os ensejos

é pretérito imperfeito
meu verbo, minha escrita
meu poema, minha vida
às vezes calo, anoto e grito.

.

Um comentário:

Tathi Treuffar disse...

Grite sempre! Anote sempre! Mas não cale pra gente...